v

sábado, 28 de maio de 2011

Aula de Campo: Visita ao Museu Náutico da Bahia

Neste sábado, 28/05/2011, às 10:00 horas, foi realizada a Aula de Campo: Visita ao Museu Náutico da Bahia, localizado no Farol da Barra. O evento contou com a presença de alunos da Faculdade São Bento da Bahia e de outras IES e, também, com o prestigio do professor Álvaro Dantas Jr., responsável pela contextualização inicial acerca da História das fortificações e da fundação de Salvador.

HISTÓRICO*
Instalado no Forte de Santo Antônio da Barra, mais antiga edificação militar do Brasil, cuja construção data de 1534, o Museu Náutico da Bahia é único do gênero em todo o estado, reunindo valioso acervo de achados arqueológicos submarinos, uma coleção de instrumentos de navegação e sinalização náutica, maquetes, miniaturas de embarcações de variada origem e uma mostra permanente relativa à geografia, história, antropologia e cultura da Baía de Todos os Santos, além da vida marítima, militar e administrativa da cidade de Salvador, primeira capital do país e sua mais importante cidade durante mais de três séculos.
Construído antes mesmo da própria cidade de Salvador, que é de 1549, o Forte de Santo Antônio da Barra é um belo exemplar da arquitetura militar portuguesa do século XVI. 
O prédio é, sem dúvida, o principal atrativo do Museu cujo  acervo permite ao visitante contato direto com a secular história do país através da mostra de utensílios domésticos, moedas, selos, botijas e materiais bélicos que ficaram submersos por cerca de 300 anos e que acabaram vindo à tona como resultado da primeira pesquisa submarina do gênero em toda a história do país. Objetos que permitem ao público vivenciar aspectos importantes da vida cotidiana dos primeiros brasileiros e que junto às demais peças do acervo do Museu Náutico da Bahia ajudam a compreensão da presença, importância e significado do mar e da vida marinheira na formação e desenvolvimento da sociedade brasileira.
No Forte está o Farol da Barra, um dos mais conhecidos postais da Bahia em todo o mundo. O farol original foi instalado no forte no ano de 1698, sendo o primeiro de toda a América. O óleo de baleia alimentava lampiões protegidos por vidros que sinalizavam para os navegantes a entrada da baía. Sucessivas reformas transformaram o farol original em 1839, 1890 e 1937, quando ele foi finalmente eletrificado.
SERVIÇO
Certificados: de 2 horas, serão entregues posteriormente aos alunos que se fizeram presentes na data hora e no local marcados.
Fotos: Orkut / Facebook
Mais informações: mande um email para cahrevolucaoalfaiates@gmail.com ou clique na aba contato do menu do blog e preencha o formulário.

*Retirado e adaptado de: Museu Náutico da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário